RTWebsiteHeader.png

O novo logótipo da Junta de Freguesia de Rio Tinto liga-nos principalmente à nossa história como riotintenses e à denominação do nome da terra, Rio Tinto.

No longínquo ano de 920 (data provável), ocorreu em Rio Tinto uma batalha entre o Rei Cristão Ordonho II (913-924) e o Califa Mouro Abdelramam III (912-961) que, segundo a memória do povo, foi travada nas margens de um límpido ribeiro que de tão sangrenta que terá sido tingiu de sangue as cristalinas águas. O povoado passou, então, a denominar-se Rio Tinto.

O novo logótipo simboliza a nossa história como povo, entrecruzando duas espadas, uma cristã e uma árabe, num rio de cor tinta. As duas espadas entrecruzadas formam um coração que, por um lado nos transporta para a lenda, segundo a qual terá existido um amor entre o filho do Califa e uma donzela cristã, e por outro simboliza o afeto dos riotintenses pela sua terra.

Por baixo está escrita a denominação de “Freguesia Rio Tinto”, englobando toda a área territorial, dando uma abrangência global ao logótipo e do slogan “Somos Todos Nós”, destacando a maior riqueza da freguesia, os seus cidadãos.

Rio Tinto, como uma das maiores freguesias do País, não sendo dotada de grandes recursos naturais que a distingam, valoriza-se pela riqueza da sua comunidade, nas mais diversas áreas, das quais se podem destacar as suas associações, a comunidade escolar, o tecido empresarial, entre muitas outras áreas sociais.  

Nuno Fonseca  

 

 

0
0
0
s2smodern